terça-feira, 14 de setembro de 2010

Há dois quilos

Há dois quilos de você
escondidos no meu coração.
E penso em você com o travesseiro
Meu bate-bate dorme tranquilo, sorrindo.
Há dois quilos de você
dobrados
cuidadosamente
na minha imensidão
Há dois quilos de densidade de você
que me esmagam
escondidos no meu coração.

Nenhum comentário: